Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/39

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


DOM JOAO VI NO BRAZIL 603

para o Rio de Janeiro (i). O Principe pode desejar for- rar-se d ella. A residencia no Rio faculta-lhe mais liberdade. 1

O governo francez enxergava distinctamente, pois, urn dos principaes motivos que por vontade do seu chefe reti- nham a familia real alem mar. Outro motivo capital que nas mesmas instructs se aponta para o apego de Dom Joao a nova sede da monarchia, era precisamente a emancipacao em via de firmar-se das colonias hespanholas, as quaes ten- diam a estabelecer com o Brazil lagos politicos e commer- ciaes que o Imperio desmanchou, no querer afastar o Reino da attracgao republicana. "O Principe Regente tendo a es- colher entre ser ainda por muito tempo o primeiro poder da America Meridional ou voltar a occupar um dos terceiros lugares na Europa, abragara porventura o partido que Ihe permitta exercer em redor de si maior influencia" (2)

Tao interessado se mostrava o Principe Regente pelo Novo Mundo, onde se asylara, que a imprensa ingleza che- gara pouco antes da expedicao do Sul a dar curso ao boato de que progredia entre as coroas hespanhola e portugueza uma negociagao para trocar o patrimonio da dynastia de Braganga na Europa por territorios mais extensos na Ame rica Meridional.

O boato era inexacto, e a Hespanha nao illudiam os protestos de boa fe portugueza, assim como nao illudiam os insurgentes de Buenos Ayres as segurangas de que a expedicao platina visava meramente a repressao da anarchia

��(1) Arch, do Min. dos Neg. Est. do Franca.

C2) Instmcqoes citadas. Mnler compreliendsu logo ao ohegar que a corto conlava pcrmanocer no Brazil. "Por tudo quanto ou^o e ob- sorvo, rr-xa s -n officio de (> do So.tembro de 1815. sou lava-do a crer fii-m.om,ente que de todos os modes se encontra >S. A. R. resolvido a prolonj?ar sua assistencia n esta rogiao, sendo precisas circumstaneiaB inuito imperiosas para o compellirem a mudar de resolugao."

�� �