Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/50

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


respirasse e tivesse junto a si um soldado, combateria taes tramas e resistiria a ambigao portugueza.

O representante francez estava todavia persuadido [1] de que nao obstante as machinagoes e secretes designios de Pueyrredon, que persistia em lobrigar, o partido anti-portu- guez ganharia finalmente a ascendencia em Buenos Ayres e declararia a guerra aos invasores da Banda Oriental. Nao po diam deixar de precipitar esse acontecimento o episodic subversive de Pernambuco, a resistencia continuada das po- pulagoes uruguayas e a debilidade militar dos Portuguezes. O general Lecor encontrava-se quasi fechado em Montevi deo, pois apenas contava uma brigada acampada a alguma distancia da cidade, e nao era possivel entao, com a insurrei- gao no Norte, enviar-lhe reforgos, que por outro lado o velho Reino so muito constrangido consentia em prestar. Tambem a expedicao custava rios de dinheiro, e as finan- gas estavam longe de accusar prosperidade. Mais tarde in- formava Maler [2] que o soldo dos officiaes do exercito an- dava atrazado de oito mezes e o dos officiaes da esquadra de onze mezes.

N uma cousa Maler enxergava por certo claro, e era em que Artigas constituia o verdadeiro pomo de discordia entre as duas margens, apezar de real o sentimento autono- mista da Banda Oriental. Si o caudilho desapparecesse, Pueyrredon e os Argentines nao teriam mais duvidas em apresentar-se e disputar-lhe a successao local, appellando para a irmandade de raga e a solidariedade hispano-ameri- cana. Esta convicgao, que imperava no Rio de Janeiro, nao permittia adiantarem-se as vistas e intengoes do gabinete

  1. Officio de 18 de Abril de 1817.
  2. Officio de 4 de Abril de 1818.