Página:Espontaneidades da minha alma.djvu/58

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

— 58 —

Que lembre-te ainda
Um sonho d’amor?
Attende bondosa,
Com alma piedosa
A chamma vap’rosa
Do teu Trovador.

Nos Ceus esmaltadas
De brilho fadadas —
D’encantos rodeadas
Se viam lusir —
Estrellas mimosas —
Mui bellas, — vaidosas —
Tão magas — radiosas —
De casto sorrir!

Mais longe distante,
Tambem radiante
Se via brilhante
A Lua a fulgir; —
E os mares bramindo
Dos ventos fugindo —
Estava eu sentindo
Seu forte rugir!

Na pôpa assentado
De um barco açodado
Por ventos soprado
Me puz a pensar