Página:Obras poeticas de Ignacio José de Alvarenga Peixoto (1865).djvu/85

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 79 —

« Nós temos conselheiros respeitosos,
Temos heróes de esphera sublimada,
Temos um príncipe, que nos faz ditosos;
    Vindo a paz desejada,
Que mais desejaráõ os filhos meus,
Seguindo as leis do verdadeiro Deos?»

Disse, e a beijar tornou a real mão
Do grande Pedro, defensor amado,
Que esteve attento ouvindo a narração
    Do Brasil exaltado.
Exaltado Brasil, agora é justo
Erguer-se a Pedro grande eterno busto.

(38) Jornal poetico ou Collecção das melhores composições em todo o genero dos mais insignes poetas potuguezes, tanto impressas como ineditas, offerecidas aos amantes da nação. 1 vol. in-8°, Lisboa, 1812, p. 128.

Quando colleccionei as poesias de Silva Alvarenga não tinha presente esta obra, nem me foi possivel encontral-a em bibliotheca alguma d’esta corte, e bem a meu pezar deixei de incluir as Oitavas ao govvernador de Minas-Geraes citadas pelo Sr. Innocencio Francisco da Silva no seu Diccionario bibliographico portuguez, estudos applicaveis a Portugal e ao Brasil, t. VI, p. 7, n. 700, como composição de Silva Alvarenga. Vejo agora, como então prevíra, que houve confusão de nomes, pela semelhança dos appellidos. As Oitavas ao governador de Minas-Geraes pertencem a Ignacio José de Alvarenga, como se lê no Jornal poetico, e não a Manoel Ignacio da Silva Alvarenga, e são as mesmas que, lidas annos depois n’uma das reuniões dos conjurados, pelo seu autor, enthusiasmárão a todos elles e foi coberta de applausos. V. nota 119, e tambem Obras poeticas de Silva Alvarenga, t. I, p. 85, nota 12.

(39) T. I, cad. 1, p. 12; O conego Januario da Cunha Barbosa classificou esta composição de Canto epico, e a meu ver mui impropriamente, e ajuntou Baptisando-se em Minas o