Página:Obras poeticas de Ignacio José de Alvarenga Peixoto (1865).djvu/86

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 80 —

filho do Exm. Sr. D. Rodrigo José de Menezes. O livreiro Desiderio Marques Leão chamou-a simplesmente Oitavas ao nascimento de D. José Thomaz de Menezes, filho de D. Rodrigo José de Menezes, governador de Minas-Geraes.

Esta poesia deve ter sido composta entre os annos de 1780 a 1783, pois D. Rodrigo José de Menezes e Castro, depois conde de Cavalleiros, tomou posse em 20 de Fevereiro de 1780 e passou depois o bastão de capitão-general a Luiz da Cunha e Menezes em 10 de Outubro de 1783, para ir governar a capitania da Bahia.

A poesia publicada pelo conego Januario da Cunha Barbosa é mais completa e muito mais correcta. Na impressa no Jornal poetico pelo livreiro Desiderio Marques Leão falta a quinta oitava.

(40) T.I, cad. 4, p.74.
(41) Eis o que a esse respeito já deixei dito nas Brasileiras celebres, cap. V, p. 190:

« A poesia que servira de suave e ligeiro passatempo a D. Bárbara Heliodora nos dias de sua infancia, que emprestára uma linguagem divina á innocente expressão dos affectos nos felizes dias de seus amores; a poesia que ficára esquecida durante as lidas domesticas da mulher mãi, cuja felicidade cifrava-se unicamente no bem-estar de seus filhos, na contemplação de sua innocencia, no ver de seus brincos e folguedos, na educação de suas inclinações, no cultivo de seu espirito; a poesia veio de novo accordar-lhe os sons harmoniosos de sua lyra, entornar-lhe nas chagas do coração lanhado e comprimido o balsamo da consolação e da esperança, mitigar-lhe o ardor doce e amargo da saudade, e traduzir seus gemidos, verter seus suspiros em versos sentidos, que se lhe desprendião dos labios com o accento pungente da melancolia.

« Aquella tremenda provança, que mais tarde tornou Silvio Pellico infiel á politica e desdenhoso de suas seducções, como o