Página:Til (Volume I e II).djvu/174

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


do desespero, e concluiu sucumbido: — Não tenho quarenta mil-réis!

Um riso estridente de cólera escarninha agitou o lábio de Berta.

— Dinheiro? Por que não o roubas? Tens vexame? Um assassino que farta-se de sangue, com escrúpulo de meter a mão na bolsa alheia. Ah! Ah! Ah!...

A tortura que sofria Jão Fera não se descreve. Foi com a voz estrangulada por dores cruentas que ele balbuciou:

— Jão Bugre é um homem de honra!

— Ah! és um homem de honra! Pois então vai, corre! Aquele que escapaste de assassinar te dará de esmola o preço por que ajustaste sua morte, como te deu outrora o pão com que matavas a fome!

Ante este último e pungente sarcasmo