Página:Tratado de Algebra Elementar.djvu/56

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


separado cada um dos seus lermos a essa potencia. Porque ' a\n a a a a.a.a... a'1

b b b b.b.b... bn Reciprocamente:

2.° Para exlrahir a raiz de qualquer grau a uma fracção, extrahe-se a raiz do mesmo grau a cada um dos &us termos. IVeste modo temos

»"/a_

b ~ Vb

s/\

§ 3.° Theoremas sobre as fraòeões

5 &. Se tivermos dois ou mciis quebrados eguaes, e os sommar- mos termo a lermo, o quebrado resultante é egual a qualquer dos propostos. Seja

a c e b^ d^j

designando por q o quociente de cada um d'estes quebrados, como o dividendo é egual ao divisor multiplicado pelo quociente, teremos

a = bq, c = dq, e~fq;

sommando estas egualdades membro a membro, vem

a + c + e a

e dividindo por b 4- d + f,

b+d+f J b

9©. Quando dois ou mais quebrados são eguaes, se multipli- carmos os dois termos de cada um por uma quantidade qualquer e sommarmos os quebrados resultantes lermo a termo, teremos ainda um quebrado egual a cada um dos propostos.

Seja q o valor commum de dois ou mais quebrados eguaes, isto é,

| a c e