Pacotilha poetica/Que amantes terá antes que case

Wikisource, a biblioteca livre
< Pacotilha poetica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pacotilha poetica
Que amantes terá antes que case


SENHORAS

2 Um coxo, um perna de páo,
   E outro que não digo eu,
   Além de outros mais formosos
   Personagens de Museu.

3 Nem um senão essezinho
   Por quem tanto endoudeceis,
   Mas constancia, minha dona,
   Que com elle casareis.

4 Um, que será fiel
   A's suas juras de amor;
   Outro que será constante,
   Porém bem feio em rigor.

5 Só este a quem escreveis,
   E agora ausente está,
   E a quem cantando com graça
   Dissestes: — fale a papá.

6 Aqui, hoje ao vosso lado
   Está, senhora, o primeiro;
   Coitado, o pobre não sabe
   Que tereis inda terceiro!

7 Tereis tantos namorados,
   Que até já nos diz a'fama,
   Que para leval-os todos
   Não chega a Vasco da Gama.

HOMENS

2 Tendes uma namorada,
   Uma só por cada mez,
   E inda assim sereis logrado
   Como velho de entremez.

3 Tantas quantas são as horas
   Que tem um anno bissexto,
   E com tantas não sois nada,
   Que sois mesmo um roto cesto.

4 A Maria das empadas,
   A Joawna dos quindins,
   A Rita que faz mãi-bentas,
   E a Rosa dos mendobins.

5 Muitas — que sois namorado
   De infernal tentação,
   Que as moças são passarinhos,
   E vosso peito alçapão.

6 Conquistador afamado,
   Sois de amor Napoleão
   Mas lá está a Santa Helena
   Na casa de Correcção.

7 Sete, e cada qual será
   Um dos peccados mortaes;
   E por fim vereis em casa
   Os horrores infernaes.

SENHORAS

8 Se não namorais, senhora,
   Como posso responder ?
   Folgais? como é boazinha!
   Mas é só por não saber!

9 Não que seja a culpa vossa,
   Mas o certo, o verdadeiro,
   E' que por vós morrerá
   Um lindo ilhéo carroceiro.

10 Vosso primo, e depois delle
     Dous bellissimos amantes,
     Depois casareis, senhora,
     Com o maior dos inconstantes!

11 Tereis primeiro um soldado,
     E um estudante tereis,
     Mas por causa do namoro,
     Para tia ficareis.

12 Nenhum; o vosso marido
     Será esse venturoso...
     Deus queira que seja elle
     Por isso sempre ditoso!

HOMENS

<poem> 8 No coração de porão,

 Quereis metter todo o mundo,
 Se não casais, naufragais,
 Ides a pique para o fundo!

9 Uma por vós só suspira,

 Outra por vós ahi chora;
 Mas casareis com aquella
 Que em segredo vos adora!

10 Casareis com a terceira,

  Que mora na vossa rua,
  Porém olhai que o juizo
  Tem empenhado na lua.

11 Tereis doze: mas por fim

  De uma vós sereis bigorna:
  Malhar-vos-ha quem agora
  Só por vós seu pranto entorna.

12 Caluda! Não sois ninguem,

  Que namorais sem proveito
  Todo o mundo vos conhece
  Por ter refalsado peito.

<poem>