Pacotilha poetica/Se acerta mais falando ou não falando

Wikisource, a biblioteca livre
< Pacotilha poetica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pacotilha poetica
Se acerta mais falando ou não falando


SENHORAS

2 Se falais é com acerto,
  E' com voz toda harmonia;
  Se não falais, encantais
  Com vossa melancolia.

3 Não falando, sois tão bella,
  Que de vós o bom conceito
  Fica quando se vos ouve
  Infelizmente desfeito.

4 Falais com graça tamanha,
  Que ha quem queira vos ouvir
  E por isso fica mudo
  Sem que ouse a boca abrir.

5 Sois bella e falais com acerto,
  Falais sempre muito bem;
  Mas ás vezes... vos perturba
  A companhia de alguem!

6 Não falando, pois falando
  Mostrais só que vos consome
  O zelo de um namorado
  Sem escapar o seu nome!

7 Não falando em certo elle
  Podeis por gosto falar,
  Nem ha senhora, quem saiba
  Um só instante calar.

HOMENS

2 Não falando a vossa voz
  E' peior que uma matraca;
  Grasnais tanto, que confundem
  Já comvosco a maitaca.

3 Falais que nem a araponga,
  Com tamanha vozeria,
  Que se vós nascesseis mudo
  Para vós melhor seria.

4 Não falando, pois quereis
  Passar por grande poeta,
  E não vedes que falando
  Dais idéas de pateta?

5 Falando todos se riem
  Das asneiras que soltais,
  Não falando sois um burro
  Que do serio não passais.

6 Não falando;—papagaio
  Não sabeis o que dizeis,
  Morre pela boca o peixe.
  Vós pela lingua morreis.

7 Não falando;— pois duvidas?
  Se falas dizes asneiras,
  Que fazem rir, por vergonha,
  Até mesmo quitandeiras.

SENHORAS

8 Não falando, que falais
  Mais do que deveis falar,
  E' certo que quem mui fala,
  Deve mui pouco acertar.

9 Meu Deus! Errais em falar,
  Que falais até por cem!
  A vossa lingua está gasta,
  Porém ferrugem não tem.

10 Por um nada certas moças
  Falam, e se mostram tão más,
  Sois das taes que por um nada
  Levantais tamanduás.

11 Falando massais, massais,
  Vendeis as vozes baratas;
  Ninguem aturar-vos póde
  Com as vossas pataratas.

12 E' lindo botão de rosa
  Uma boca bem fechada,
  A vossa de falar tanto
  Já é rosa escancarada.

HOMENS

8 Não falando; — pelas obras
  Sois grande, grande de mais,
  Menos quando namorando,
  Por bonito vos julgais.

9 Falais de mais pelas tripas,
  Tendes disso comichão,
  E ella no entanto se zanga,
  Que trahis sua paixão.

10 Nos vossos olhos tamanhos
  Que olhos são de corujão,
  Vos trahis; mas agoureira
  Deve ser vossa paixão.

11 Em uma das barcas dissestes,
  De Nitherohy para a Côrte,
  Cousas que mostram que errais
  Falando, senhor, tão forte!

12 No olhar, que mostrais a ira,
  Que tendes no coração;
  Se tendes amor lá dentro
  Oh! que damnada paixão!