Pacotilha poetica/Se terá filhos felizes, bonitos ou feios

Wikisource, a biblioteca livre
< Pacotilha poetica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pacotilha poetica
Se terá filhos felizes, bonitos ou feios


SENHORAS

2 Cedo vós dareis á luz
  Um enorme carapeta;
  Terá nome entre os moleques,
  Será o bicho careta.

3 Mais bella que um seraphim,
  Dareis á luz uma filha,
  Que será uma belleza,
  E havida por maravilha.

4 Tereis um filho, senhora,
  Bem feio, bonito não;
  Consolai-vos, vosso filho
  Inda assim será barão.

5 Tereis um filho, que todos
  Pensarão ser vossa imagem,
  E tão feliz, terá casa
  No Museu, por homenagem.

6 Terás um, eis seu retrato;
  Terá lingua de badalo,
  A boca como a de um sino,
  Para ninguem atural-o.

7 Será como um Cupidinho,
  Um só filho que tereis:
  Será feliz, e só nelle
  Como louca falareis.

HOMENS

2 Quantas estrellas existem?
  Quantos peixes tem no mar?
  Assim tereis tantos filhos,
  Que os não podereis contar.

3 Az e dous! oh! não é máo,
  Pois não é conta de azar;
  Por cada ponto um soldado
  A' patria tendes que dar.

4 Se o céo estvier nublado,
  Por certo nenhum dareis;
  Mas claro, quantas estrellas,
  Tantos filhos vós tereis.

5 Quantos? Quereis que eu diga?
  Não vos bastará um só?
  Perguntai a essa negra.
  Que vos vende pão de loth.

6 Tereis muitos mui felizes,
  Nascidos de uma ratinha,
  Moça pequena, mas bella,
  Com sua linda carinha.

7 Tereis um com cara immensa,
  Com olhos como de gato,
  Com orelhas como abanos,
  Que será vosso retrato.

SENHORAS

8 Nenhum! E talvez vos rindo
  Vós zombeis da feiticeira,
  Mas acreditai-me sempre,
  Qu'esta sorte é verdadeira.

9 Muitos, e todos felizes,
  Que sois optima consorte,
  E o céo por premio destina
  Para ti tão boa sorte.

10 Um bonito: e não queirais
  Que elle siga a propensão
  Que ha de mostrar pelas armas,
  Que cruel fim lhe darão.

11 Tereis um filho mui lindo,
  Ha de crescer, e ser gente,
  Fugirá para casar-se,
  Mas com menina innocente.

12 Também vós? eu vos não digo
  O porque bem sabereis;
  Um mysterio vos envolve...
  Senhora, bem me entendeis.

HOMENS

8 Contai: um, dois, tres e quatro
  Té uma duzia chegar;
  Que cambada de marrecos!
  Pega nelles p'ra capar!

9 De vossa esposa sómente,
  Mas por fóra tereis mil,
  Se todos fizessem isso,
  Povoava-se o Brazil.

10 Tereis quatro; mas é bom
  Cuidar-lhes da educação:
  Se os quereis felizes, dai-lhes
  No commercio arrumação.

11 Tereis um; será doutor,
  Segundo a nossa mania;
  Antes seguisse outro rumo,
  Que á patria util seria.

12 Tereis dois; um será frade,
  E frade bom prégador,
  O outro será poeta,
  Das moças adorador!