Pobrezinho de quem anda (I)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Pobrezinho de quem anda
Correndo por casa alheia;
Almoço serve de janta,
E janta serve de ceia.