Quem canta, seu mal espanta

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Quem canta, seu mal espanta)
Quadra de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .

Quem canta, seu mal espanta,
Quem chora, seu mal aumenta;
Eu canto p'ra disfarçar
Este amor que me atormenta.