Resolução da Assembleia Regional da Sicília

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa
Resolução da Assembleia Regional da Sicília
Resolução da Assembleia Regional da Sicília (N.º 204, 21 de Novembro de 2007)


Coat of arms of Sicily.svg



A Assembleia Regional Siciliana


  • Tendo em conta que:
  • O século XX foi palco de genocídios, deportações em massa, extermínios com base étnica, social, nacional, religiosa, etc.;
  • Que entre estes importa recordar um dos mais violentos e que durante anos permaneceu no desconhecimento: o Holodomor;
  • Esta catástrofe humanitária não foi consequência de uma carestia provocada por causas naturais, sendo antes o resultado do extermínio "programado" e "planificado" de milhões de ucranianos, sobretudo camponeses - "culpados" de se terem oposto à repressão política, económica e cultural do bolcheviques - deliberadamente perpetrado pelo regime soviético, e acompanhado da destruição sistemática do património científico, cultural e religioso deste povo;
  • No mês de Novembro do corrente ano, a comunidade internacional irá comemorar o 75.° aniversário do Holodomor, palavra ucraniana que significa "causar a morte através da fome";
  • O Presidente da Ucrânia fez um apelo à comunidade internacional para que reconheça o Holodomor como Genocídio do Povo Ucraniano, e que tal apelo já recebeu o acolhimento de vários países (E.U.A.; Canadá; Bélgica; Polónia; Hungria; Lituânia; Geórgia, etc...);
  • Se pretende que este Parlamento aprove a proposta de resolução do Comité Histórico-Humanitário “Um Jardim dos Justos em Turim” denominada “Holodomor, para não esquecer!”',


  • Apela ao Presidente da Região


  • A intervir junto das entidades competentes para que reconheçam o Holodomor como genocídio do Povo Ucraniano;
  • A aderir à iniciativa do Presidente da Ucrânia de convidar a comunidade internacional a participar no Dia Nacional em Memória do Genocídio Ucraniano, marcado para o quarto Sábado de Novembro de cada ano, e de se promoverem iniciativas, no decurso do referido mês;
  • A enviar o texto desta deliberação à Associação das Entidades Locais (a fim de promover outras adesões), à Embaixada da Ucrânia na República Italiana e ao Comité Histórico-Humanitário “Um Jardim dos Justos em Turim”.



Palermo, 21 de Novembro de 2007