Sei bem que não consigo

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sei bem que não consigo
por Fernando Pessoa
Poema publicado em Poesias Inéditas


Sei bem que não consigo
O que não quero ter
Que nem até prossigo
Na estrada até querer.

Sei que não sei da imagem
Que era o saber que foi
Aquela personagem
Do drama que me dói.

Sei tudo. Era presente
Quando abdiquei de mim...
E o que a minha alma sente
Ficou nesse jardim...