Tractado da Terra do Brasil/II/III

Wikisource, a biblioteca livre
< Tractado da Terra do Brasil‎ | II

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cap. 3.º das callidades da terra.

 

Ha nestas partes do Brasil seis meses de verão e seis de inuerno: os de verão são de setembro ate feuereiro, os de inuerno de março ate agosto. Assy que quando nesta prouinçia do brasil he inuerno cá nestes Reinos he verão, eos dias quasi sẽpre saõ tamanhos como as noites, huã ora somẽte creçẽ emingoão. Cursaõ sempre ventos gerais, no inuerno seis meses sul é sueste no verão nordeste. Sempre correm as agoas com o vento por costa, E por isso senaõ pode nauegar de hũas capitanias pera outras se naõ esperarẽ por mouções pera irem com as agoas e com o vento, porque cursaõ como digo seis meses duã parte e seis doutra e portanto saõ muitas veses as viagens vagarosas e quando vão contra tempo as embarcaçoẽs corrẽ muito Risco e arribaõ as mais das vezes ao porto donde sairaõ. Mete se no meyo e na força deste verão oito dias ante os Sanctos huã tormenta de vento sul que dura huã sommana, este he mui çerto e geral, nũca se acha, que naquelles dias faltasse. Muitas embarcações esperão por este vento e fazem com elle suas viagens. Esta terra sempre he quente quasi tãto no inuerno como no verão. A viraçaõ do vento geral entra ao meyo dia, pouco mais oumenos, he tam fresco este vẽto e tam frio q̃ naõ se sente mais calma, e ficam Recreados os corpos das pessoas. Dura este vento do mar a te de madrugada, torna dalli acalmar outra vez por causa dos vapores da terra q̃ o apagam e quãdo amanheçe está o ceo todo cuberto de nuuens e as mais das manhãs choue nestas partes e a terra fica toda cuberta de neuoa por que tem muitos aruoredos e chama a sy todos estes humores. Etanto q̃ este geral acalma começa a ventar da terra hũ vento brando que nella se gera, a te que o sol con sua quentura o torna apagar e alimpa tudo outra vez e faz ficar odia claro e sereno, entrão logo ẽtra o vento do mar acustumado. Este vento da terra he mui perigoso edoentio e se açerta de permaneçer algũs dias morre muita gente assy portugeses como indios da terra, mas quer nosso snõr que acõteça isto poucas vezes, e tirado este mal he esta terra mui sallutifera e de bõs ares onde as pessoas se achaõ bem despostas e viuem muitos annos prinçipalmente os velhos tem milhor despossiçaõ e pareçẽ que tormã a Renouar e porisso algũs se naõ querẽ tornar a suas patrias temendo que nellas se lhes offereça amorte mais çedo. os ares de pella manhaã saõ mui frescos e sadios: muitas pessoas se custumaõ alleuãotar çedo por que se aporueitem delles enquanto tem esta vertude. A terra em si he lassa e deleixada achãose nella os homẽs algũ tanto fracos e mingoados das forças que possuem cá neste Reino por Respeito da quentura e dos mantimentos que nella vsaõ, isto he enquanto as pessoas saõ nouas na terra, mas de pois q̃ por tempo se acustumão ficão tam Rijos e bem despostos como se aquella terra fora sua mesma patria. Manda se dar nesta terra aos infermos carne de porco, pera qual quer doença he porueitosa e naõ faz mal a nenhuã pessoa: o peixe tãbem tem a mesma callidade e poem muita sustançia aos doentes. Esta terra he mui fertil e viçosa, toda cuberta de altissimos e frondosos aruoredos permaneçe sempre a verdura nella inuerno e veraõ, isto causa chouerlhe muitas vezes e naõ auer frio que offenda ao que produz a terra. Ha por baixo destes aruoredos grande mato e muj basto e detalmaneira está escuro e serrado em partes que nunca parteçipa o chaõ da quẽtura nẽ da claridade do sol, e assy está sempre humido e manãdo agoa de sý. As agoas que na terra se bebem saõ mui sadias e sabrosas, por muita q̃ se beba naõ prejudica a saude da pessoa, a mais della se torna logo a suar e fica o corpo desaliuádo e saõ. Finalmẽte que he esta terra tã delleitosa e temperada q̃ nũca nella se sente frio nẽ quentura sobeja.