Trovas dos Foliões

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Trovas dos Foliões
Composição de tradição popular coletada por João Simões Lopes Neto
Poema agrupado posteriormente e publicado em Cancioneiro Guasca .


Aqui chegou o Divino
que a todos vem visitar;
vem pedir-vos uma esmola
p'ra o seu império enfeitar.

O Divino Esp'rito Santo
não pede por carestia,
pede somente uma esmola
p'ra festejar o seu dia.

O Divino Esp'rito Santo
agradece a sua oferta,
que lhe deram seus devotos,
para fazer sua festa.

O Divino agradece
aos senhores e senhoras,
e também aos inocentes
que lhe deram sua esmola.

A pombinha do Divino
de voar já vem cansada,
vem pedir aos seus devotos
que lhes dêem uma pousada.

O Divino Esp'rito Santo
vai seguir sua jornada;
agradece aos seus devotos
que lhe deram esta pousada.

Se despeçam, nobre gente,
que a pombinha do Divino
vai seguir sua jornada,
visitar outros vizinhos.