Uma Lágrima de Mulher/I/XVIII

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Uma Lágrima de Mulher por Aluísio Azevedo
Primeira Parte, Capítulo XVIII


No dia seguinte, Maffei e a família abandonaram a formosa ilha, e, no seu completo isolamento, debatia-se a casinha branca nas vascas de um incêndio, ateado de propósito pelo pai e Rosalina.

Defronte daquele chamejar doido e desapiedado, Castor, o cão, uivava plangentemente.