Cantigas de Santa Maria/CXXVIII

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa
Cantigas de Santa Maria por Afonso X
Cantiga CXXVIII


Esta é do corpo de Nostro Sennor, que un vilão metera en ha sa colma por aver muito
mel e muita cera; e ao catar do mel mostrou-sse que era Santa Maria con seu Fill' en
braço.

Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada,
que u quer que a el achen, ela con el é achada.

De tal razon un miragre vos direi maravilloso,
que mostrou Santa Maria con seu Fillo grorioso
a un vilão que era d' abellas cobiiçoso,
por aver en mel e cera que lle non custasse nada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Este morava en Frandes, preto do mar, na ribeira,
e foi pedir a conssello a ha vella sorteira
que ll' escantaçon mostrasse e o metess' en carreira
per que abellas ouvesse, e muito foi del rogada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Ela respos-lle: «Farey-o se meu conssello fillardes.»
Diss' el: «Praz-me.» Respos-ll' ela: «Pois quando vos comungardes,
a comoyon ena boca tede sena passardes
en tal guisa que dos dentes sol non dedes y dentada,
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Mas guardade-a na boca o mellor que vos poderdes;
des i de vossas colmas escolled' a que quiserdes
e ensserade-a dentro; e se vos esto fezerdes,
de mel será e de cera vossa casa avondada.»
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

O vilão crev' a vella e fez todo seu mandado;
e pois ouve na colma de Deus o corp' ensserrado,
cuidou poren seer rico. E quand' o tenpo chegado
foi de catar sas colmas, non fez longa demorada
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

E abriu aquela logo, u a osti' ensserrara,
e viu [y] Santa Maria, mui fremosa e mui crara,
con seu Fillo Jhesu-Cristo en seus braços, que criara,
que tia abraçado e el ela abraçada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Quand' esto viu o vilão, ouv' enton tan grand' espanto,
que serrou log' a colma e aa eigreja quanto
pod' yr se foi muit' aga e disse «Por Deus lo santo»,
ao capelan, «mig' yde logo, sen outra tardada,
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

E mostrar-vos-ei tal cousa, qual viuda nen oyda
nunca foi.» Enton o preste, com' era de bõa vida,
foi con el, e na colma viu a Virgen mui conprida
de ben con seu Fill' en braço, nobre cousa e preçada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Quand' esto viu, tornou logo e fez chamar a concello
e tanger todo-los sinos, e fillaron tal consello,
que con gran precisson fossen por aquela que espello
é dos santos e do mundo, e a trouxessen onrrada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Logo foron alá todos e viron en com' estava
na colma a mui santa Virgen e com' abraçava
a seu Fillo Jhesu-Cristo, e mui mellor odor dava
que liros nen violetas non dan, nen agua rosada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Log' a colma levaron as gentes que y veron,
con procisson e cantando; e depois que a poseron
sobelo altar, as oras todas compridas disseron
aquel dia con ssa noite, e de todos mui catada
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Foi a Virgen con seu Fillo, a nobr' e Santa Reynna.
Outro dia ar disseron sa missa, mas non agynna;
e pois conssagrou o preste a ostia que tiynna,
non acharon na colma erg' a ostia sagrada,
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...

Que o vilão metera y con gran mengua de siso,
mui sãa e mui fremosa, como x' a Deus guardar quiso
con ssa Madr' a Virgen santa, Reynna de Parayso.
Poren seja el loado sempr' e ela mui loada.
Tan muit' é con Jesu-Cristo Santa Maria juntada...