Castelo Perigoso/LV

Wikisource, a biblioteca livre
< Castelo Perigoso
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Castelo Perigoso
Capítulo LV – Que a vitualha da alma que faz forte o coração é palavra de Deus, e de três maneiras de lágrimas e de como se ganham


Ora, é o castelo cercado e proveúdo de porteiros e guardas diligentes, ora cumpre ser fornido de vitualhas e de águas que de outra guisa não se poderia ter contra os inimigos, por muito que fosse forte. E é de saber que a vitualha da alma que faz forte o coração e seguro em o castelo contra seus adversairos é a palavra de Deus, segundo ele diz no Evangelho: "não somente do pão vive o homem, mas em toda a palavra que sai da boca de Deus" e é pronunciada pela dos pregadores na pregação.

Outra vianda é muito proveitosa para guardar a alma e o corpo em vida de graça. Esta é a memória da Paixão de Jesus Cristo e de todos seus benefícios, como já é dito. A terceira vianda e mais nobre é o precioso corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo, que a devota pessoa deve filhar segundo sua devoção e segundo que o Santo Espírito lhe ensina, ao menos uma vez no mês.

Quando a alma é bem guarnida destas coisas já ditas, o castelo é bem fornido de desvairadas viandas. Desde aí, o bom testemunho de sua consciência e a alegria que homem há na esperança da misericórdia de Deus em recordando seus benefícios é o vinho, que alegra o coração espiritualmente, assim como faz o bom vinho temporal.

Desde aí, as três maneiras de lágrimas de contrição e devoção e compaixão que a devota alma acha em si lembrando da cruel Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e os outros benefícios já ditos são as águas de que o castelo há de ser fornecido, e assim não haja temor de ser filhado. Ca o diabo não ousa sofrer as lágrimas da alma devota nem pode chegar a elas, que o atormentam mais que fogo ardente.

Das lágrimas diz um santo que elas montam da face e trespassam o céu e vão sem contradizimento ante Deus e fazem calar os inimigos acusadores; e algumas vezes a sentença que já era dada, elas fazem revogar da boca do juiz; e assim elas vencem aquele que por força não pode ser vencido e atam o Todo Poderoso.

Para haver esta graça de lágrimas que é dom de Deus, não há coisa que tanto aproveite como de se homem humildar e abaixar ante ele; ca são Paulo diz: "Deus é contrairo aos soberbos e dá graça aos humildosos". E Davi disse: "Deus envia as fontes aos vales", isto é, as lágrimas aos humildosos que sempre se têm por menores que todos e mais baixos por humildoso coração.