Diccionario Biographico de Musicos Portuguezes/F

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diccionario Biographico de Musicos Portuguezes por José Mazza
F


     Filipe da Conceição Fr. natural de Lx.ª professor em Castela na Ordem de N. Senhora das Merces, foi igualmente engenhoso para a predica, que para a Solfa, em que compos diversas obras dignas de suma Estimação.

     Filipe da Cruz natural de Lx.ª e Freire de S. Thiago em Palmela: o insigne Pedro Talezio o sita como Autor do Canto Ecleziastico, depois de ser Mestre de Muzica em a Caza da Mizericordia de Lx.ª passou a Madrid aonde foi Cappelão da Cappela real no tempo de Felipe 4.º aclamando-se depois o sereníssimo D. João 4.º o chamou para Mestre da sua real Cappela, compoz Missas a 10 vozes, moteto de Defutos dimite me a 12 vozes, e mais outras obras excelentes.

     Felipe da Madre de Deos Fr. natural de Lx.ª recebeo o habito na sagrada, e militar ordem de N. Senhora das Merces em Castela, depois voltando para Lx.ª no Reinado do Senhor D. Afonso 6.° o nomeou Mestre de Muzica do seu Gabinete, não só teve sciencia profunda, porem grande novidade nas ideias, de algumas das suas composições faz menção D. Francisco Manoel nas suas obras metricas Avena de Tersicore.

     Felipe de Magalhães nasceo no lugar de Azeitão do Patriarcado de Lx.ª foi Mestre da Caza da Mizericordia de Lx.ª e depois o foi da real Cappela. O grande Pedro Talezío o intitula insigne. Compoz Missas a 4, a 5 e 6 vozes, e muitas obras mais, como consta da Biblioteca Lusitana; deste autor se imnrimio a seguinte obra, Cantico Beaitissimae Virginis. Ulyssipone apud Laurentium Crasbec. anno de 1636 fol. grande. Felis chamado por alcunha o Catoto, compos algumas obras regulares chegadas ao estillo moderno. Sabendosse que este Autor hé Portugues ignorase donde he natural porém julga-se ser Brasileiro.

     Felis José da Costa, filho de João da Costa de Brito, e Catherina Luiza Freire de Andrade, nasceo em Lx.ª no anno de 1701 foi Juiz de Fora de Algoso, estudou quaze todas as sciencias, e belas Artes, e no anno de 1727 formousse em jurisprudencia Civil: compos obras em Pouzia. e em Proza, tanto Latinas, quanto Portuguezas, e de solfa a intitulada: Muzica revelada do Contraponto é composição que compreende varias Sonatas de cravo, rabeca; viola, e varios minuetes, e cantatas.

     Felisio Antonio da Cunha, Musico Instrumentista da Camara Real. Fernando de Almeida Fr. natural de Lx.ª Professou no real Convento de Thomar da Ordem de Christo, pelas suas virtudes chegou a ser Vizitador da Ordem, entre muitas obras que compos teve grande estimação huma Missa a 3 coros floreseo no seculo de 600 faleseo no Convento de Thomar no anno de 1660 o Senhor D. João 5o mandou copiar a Mizica de Semana Santa deste Autor para se cantar na sua cappela real.

     Fernando Luis Pink, nasceu em Lx.ª.

     Francisco de S. Anna Fr. Monge de S. Jeronimo.

     Francisco Antonio de Almeida, organista da Patriarcal, e famoso compositor.

     Francisco Bauptista Fr. natural da Vila de Campo Maior Província do Alentejo Eremita de S. Agostinho, foi Mestre no seu Convento de Cordova, compos diversas obras de Muzica em que mostrou a profundidade da sua sciencia.

     Francisco Barca natural de Evora Cidade de Evora Freire da Melitar Ordem de Santiago no real Convento de Palmela, foi insigne Professor de Muzica sendo Mestre da Cappela do seu Convento, e depois do Hospital real de Todos os Santos desta Corte, compos diversas obras, floreseo no seculo de 600.

     Francisco de Carvalho Fr. filho de Antonio Antunes, e Antónia de Carvalho, natural do conselho de Lanhoso destante duas leguas para o norte da Cidade de Braga, Província de Entre-Douro e Minho, professo o instituto de Eremita de S. Agostinho no Convento desta Corte a 17 de Abril de 1658, onde por muitos annos dictou as principaes materias da theologia Escolastica, foi muito sciente na Muzica em que compos arias obras, morreo em Lx.ª no Convento da Graça onde se conservavão suas obras no anno 1703.

     Francisco D. Castelhano de Apelido porem Portugues de Nação, Conego regrante de S. Agostinho, e Mestre da Cappela no real Convento da Santa Cruz de Coimbra, alem de mais obras, compos as lamentações e bradados das Paixões que por ordem de El-Rei Felipe 2.° forão pedidas pelo Cappelão Mor D. Jorge de Athaide para se cantarem no Escurial no anno de 1590 V4).

     Franc.co Correia de Araujo Presbítero insigne Proffessor de Muzica, e não menos grande tangedor de Orgão, exercitou este Ministerio na Igreja Colegiada de S. Salvador da Cid de Sevilha, aonde foi reitor da Irmand.e dos sacerdotes, compos huma obra intitulada faculd.e organica, cuja imprimio no anno de 1626 em Alcalá por Ant.° Arnão, e nela prometia dois Livros hum de casos Moraes da Muzica, e outro de Versos. Nicolao Ant.o na sua Biblioteca Hispanica faz menção dele Append. tom. 2. pag. 322.

     Franc.co Cord.ro Prebitero Freire de Aviz Prior em a V.ª de Estremos Provincia Transtagana.

     Franc.co da Costa natural da Vila de Tancos do Patriarcado de Lx.ª Freire da Ordem Melitar de Christo, e Beneficiado na real Igreja de N. Senhora da Conceição de Lx.ª foi muito perito na Ante da Muzica, faleseo no anno de 1667 jaz sepultado na Igreja onde era Beneficiado, deixou composto dois volumes de Muzica.

     Francisco da Costa e Silva, nasceo em Lx.ª foi hum dos maiores Proffessores de Muzica do seu tempo, exerceo o lugar de Mestre na Ca-thedrai da sua Patria, e nela obteve hum canonicato de 4.ª Prevenda, faleseo em 1727 compos Missas a 4 vozes com intrument.os, responsorios de officio de Defuntos a 8 vozes, com todo o genero de instrum.tos que compos para as exequias que a Nação Francesa dedicou em a Cappela real de S. Luis desta Corte à memoria do seu invensivel Monarca Luis o grande.

     Francisco Garcia famoso Proffesor de Muzica igualmente pratica, que especulativa, compos bastantes Missas por diversos tons, das obras e do A. faz menção João Franco Barreto Bib. Portug. M. S. as suas obras se imprimirão em Lx.ª por Pedro Crasbek no anno de 1609. Franc.co Guerreiro natural da Cid.e de Beja província Transtagana, este autor foi do seculo de 500 compos diversas obras em Muzica.

     Francisco Ignacio Solano.

     Francisco de S. Jeronemo filho de Pascoal da Silva Garcia, e de Maria Rodrigues da Silva, 'nasceo em Evora Cidade em 1692 recebeo o habito de S. Jeronimo no Convento do Espinheiro no anno 1715 e renovou a Proffição no real Mosteiro de Belem em o anno de 1728, foi Mestre da Cappela deste real Mosteiro, compos muitas obras excelentes, e entre estas os responsorios das Matinas de S. Jeronimo a 4 coros com todo o genero de instrumentos, Missa de 8 vozes obrigadas, e outras obras mães.

     Francisco José Coutinho D. natural de Lx.ª fez acções dignas de seu Ilustre Nascimento no choque chamado de Monsanto foi tão insigne na Arte da Cavalaria, como em a Muzica, tocava perfeitamente os instrumentos de Cravo, e de viola faleceo em 1724 jaz sepultado no Convento dos Carmelitas Descalços de Paris onde se tinha hido curar de huma grave molestia, das muitas excelentes obras de Muzica que deixou compostas tem maior merecimento hum Te Deum a 8 coros que compos para se cantar no anno de 1722, e huma Missa a 4 coros com clarins, e rabecas intitulada Selela (sic) Aretina.

     Francisco Jn. Mendes.

     Francisco de S. João Nepumuseno F. Religioso Franciscano.

     Francisco Leal Fr. Carmelitano, foi Mestre da Cappela no seu Convento em Lx.ª, compos muitas obras de Muzica, tocou muito bem Arpa, teve muitos Desciplos de Contraponto, faleseo em Lx.ª no seculo de 700.

     Francisco Lopes D. O primeiro organista da Sé de Evora Cidade, e natural da mesma Cidade.

     Francisco Luís Presbitero natural de Lx.ª de vida exemplar, e de profunda sciencia na Arte da Muzica assim pratica quanto expeculativa foi Mestre na Cathedral de Lx.ª sua Patria onde morreo em 1693 e jaz sepultado na antiga Parroquia de N. Senhora dos Martires: deixou muitas obras entre elas as mais estimadas forão texto da Paixão de Domingo de Ramos, e de sesta feira maior a 4 vozes, salmos, e vilancicos a diversas vozes.

     Francisco Manoel Mariz.

     Francisco Manoel Padre.

     Francisco Martins Presbítero natural de Evora Cidade filho de Manoel Martins e de Angela Freire, foi Mestre da Cathedral de Elvas, compos Miças a 4 vozes as paixões dos 4 Evangelistas a 4 vozes, responsorios das Matinas de 5.ª e 6.ª e sabado da Semana Santa a 8 vozes. Francisco Martins Presbítero secular Mestre da Capela de Elvas fez textos a 4 vozes, e os ditos de Christo da Paixão da 3.ª e 4.ª feira.

     Francisco Mendes Gouveia, Vide, Caminha.

     Francisco Nunes Piteira Mestre da Cappela da Sé da Guarda natural da vila de Olivença, fez humas Lições de Defuntos, e varios motetos de Quaresma.

     Francisco da Purificação Fr. Religiozo Paulista, Mestre da Cappela da Sé de Elvas natural de Campo Maior fez duas Missas de Cappela, e hum Te Deum com instrumentos.

     Francisco da Rocha Fr. natural de Lx.ª da Ordem Trinitaria, huma das maiores abelidades ao seu tempo na tenra idade de 11 annos compos huma Missa a 7 vozes, faleseo em 1720. Deixou escritas pela sua propria mão as suas obras que são infinitas em dois volumosos Livros, os quais diz a Biblioteca Luzitana paravão em poder do Padre João da Silva de Moraes Mestre que foi da Bazilica de Santa Maria.

     Fran.co Sanxes, q̃ por huma obra de Muzica q vimos dele jiulgamos ser da Cid.e de Beja província Transtagana, ignoramos o seculo em que viveo, mas supomos ser antigo.

     Francisco de Santo Agostinho Fr..

     Francisco de S. Thiago natural de Lx.ª passou a Castela aonde recebeo o abito de Carmelita Calçado, foi hum dos mais celebres Profesores de Muzica do seu tempo (tanto pratica, quanto especulativa, razão porque chegou a ser Mestre nas Cathedraes de Placencia, e Sevilha. O senhor El-Rey D. João 4.° quiz honralo pondo-lhe o seu retrato na sua Biblioteca de Muzica: Compos Salmos a 4 a 8 e a 12, e huma Salve Regina, e outras mais composições faleseo em 1646.

     Francisco de Valhadolid natural da Cidade do Funxal Capital da Ilha da Madeira, foi Mestre de Muzica do Seminario Archiepiscopal de Lx.ª, e ultimamente na Parroquial dos Santos Martyris Veríssimo, Maximo e Julia. Compos Missas a 6 vozes, a 8, a 14, e a 16 e hum Livro de preceitos de Muzica assim pratica, que especulativa, cuja publicação embaraçou a sua morte que foi em 1700.

     Francisco Xavier Batista, Organista da Sé de Lx.ª.

     Francisco Xavier Froes natural de Evora Cidade.

     Francisco Xavier Cantor da Sé da Cidade de Evora, natural da mesma Cidade, compos dois Responsorios da Conceição.