Dicionário de Cultura Básica/Ceres

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Ceres


Ceres (Deméter grega) → Terra

Dai-nos o pão de cada dia

Filha de Saturno e de Cibele, a deusa Ceres era a mãe de Pluto (não confundir com Plutão, nome latino do grego Hades → Inferno), deus da abundância, e de Prosérpina, nome latino da grega "Perséfone", raptada por Plutão. O mito de Ceres, junto com o de sua filha Prosérpina, era recordado ritualmente nos Mistérios de Elêusis e tinha direta ligação com uma tentativa de explicação da morte e da ressurreição da vida vegetal. Quando sua filha, no outono e no inverno, vivia com seu marido no mundo subterrâneo, os cereais se encontravam na fase de incubação; quando Prosérpina passava a outra metade do ano (primavera e verão) com a mãe no Olimpo, a vida sobre a terra florescia, as sementes brotavam e as árvores davam seus frutos. Ceres foi sempre adorada como deusa da terra e da agricultura, sendo a protetora do trigo, o cereal mais importante para a alimentação dos gregos antigos.e da maioria dos povos europeus, como o arroz é para os orientais. No Novo Testamento, o trigo é consagrado como sinônimo de alimento: "dái-nos o pão de cada dia"! Se Ceres simbolizou o progresso material do homem, na sua aprendizagem do cultivo da terra, o mito de Prosérpina foi inventado para explicar o progresso espiritual da humanidade em busca do conhecimento das forças do subconsciente: a celebração dos Mistérios de Elêusis talvez tivesse esta finalidade.