Tao Te Ching/V

Wikisource, a biblioteca livre
< Tao Te Ching
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tao Te Ching por Lao Tzu
Capítulo V


O Céu e a Terra não têm amor humano;
Consideram as dez-mil-coisas como cães de palha[1]

O homem santo não possui amor humano;
Considera as dez-mil-coisas como cães de palha.

O espaço entre o céu e a terra é como um fole!
Esvazia sem contrair-se, ao soprar-se mais sons produz.

Mas muitas palavras e números o esgotam
Melhor guardar o que está no íntimo.

Notas[editar]

  1. Cão de palha (no chinês simplificado 刍狗; no chinês tradicional 芻狗 e no pinyin chú gǒu) é a figura de um cachorro feito de palha, utilizada como objeto cerimonial na China antiga, mas frequentemente jogada fora após o uso. Su Zhe faz o seguinte comentário sobre este trecho: "O céu e a terra não são parciais. Eles não matam os seres vivos por crueldade ou dão-lhes nascimento por bondade. Fazemos o mesmo quando construímos cães de palha para usar em sacrifícios. Nós os vestimos, levantamos e colocamos no altar, mas não porque os amamos. E quando a cerimônia termina, jogamos-os na rua, mas não porque os odiamos."