Tradução Brasileira da Bíblia/Esdras/I

Wikisource, a biblioteca livre
< Tradução Brasileira da Bíblia‎ | Esdras
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Esdras - Capítulo I
por Vários


  1. No primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia, para que se cumprisse a palavra de Jeová por boca de Jeremias, moveu Jeová o espírito de Ciro, rei da Pérsia, para fazer por todo o seu reino de viva voz e por escrito este pregão:
  2. Assim diz Ciro, rei da Pérsia: Jeová, Deus do céu, deu-me todos os reinos da terra, e encarregou-me de lhe edificar uma casa em Jerusalém de Judá.
  3. Quem dentre vós é do seu povo, seja com ele seu Deus, suba para Jerusalém de Judá, e edifique a casa de Jeová, Deus de Israel (ele é Deus), a qual está em Jerusalém.
  4. Quem quer que restar, seja qual for o lugar em que é peregrino, ajudem-no os homens do seu lugar com prata, com ouro, com fazenda e com animais, afora a oferta voluntária para a casa de Jeová, que é em Jerusalém.

  5. Então se levantaram os cabeças das famílias de Judá e de Benjamim, os sacerdotes e os levitas, todos aqueles cujo espírito Deus tinha movido para subirem a edificar a casa de Jeová, que é em Jerusalém.
  6. Todos os que eram os seus vizinhos, lhes fortaleceram as mãos com vasos de prata, com ouro, com fazenda, com animais e cousas preciosas, além de tudo o que se ofereceu voluntariamente.
  7. Também o rei Ciro entregou os vasos da casa de Jeová, os quais Nabucodonozor tinha levado de Jerusalém, e posto na casa dos seus deuses.
  8. Ciro, rei da Pérsia, fê-los sair de fato pelo tesoureiro Mitredate, que os entregou enumerados a Sesbazar, príncipe de Judá.
  9. Eis o número deles: trinta cestos de ouro, mil cestos de prata, e vinte e nove facas;
  10. trinta taças de ouro, quatrocentas e dez taças de prata de segunda ordem, e mil outros vasos.
  11. Todos os vasos de ouro e de prata eram cinco mil e quatrocentos. Todos estes levou Sesbazar, quando os do cativeiro foram levados de Babilônia para Jerusalém.