Tradução Brasileira da Bíblia/João/XVII

Wikisource, a biblioteca livre
< Tradução Brasileira da Bíblia‎ | João
Ir para: navegação, pesquisa
João - Capítulo XVII
por Vários


  1. Depois de assim falar, Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que o Filho te glorifique a ti;
  2. assim como lhe deste poder sobre toda a humanidade, a fim de que ele conceda vida eterna a todos aqueles que tu lhe tens dado.
  3. A vida eterna, porém, é esta, que conheçam a ti, único verdadeiro Deus, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste.
  4. Eu te glorifiquei na terra, cumprindo a obra que me tens dado para fazer;
  5. agora glorifica-me tu, Pai, contigo mesmo com a glória que eu tive junto de ti, antes que houvesse mundo.

  6. Manifestei o teu nome aos homens que me deste do mundo. Eram teus, e tu mos deste, e eles têm guardado a tua palavra.
  7. Agora eles conhecem que todas as coisas que me tens dado, vêm de ti;
  8. porque eu lhes tenho dado as palavras que me deste, e eles as receberam e verdadeiramente conheceram que saí de ti, e creram que tu me enviaste.
  9. Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me tens dado, porque são teus;
  10. tudo o que é meu, é teu; e tudo o que é teu, é meu; e neles sou glorificado.

  11. Não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda-os no teu nome, no nome que me deste, para que eles sejam um, assim como nós.
  12. Quando eu estava com eles, guardava-os no teu nome que me deste, e protegi-os, e nenhum deles se perdeu a não ser o filho da perdição, para que se cumprisse a Escritura.
  13. Mas agora vou para ti e isto falo no mundo, para que eles tenham o meu gozo completo em si mesmos.
  14. Eu lhes tenho dado a tua palavra, e o mundo os aborreceu, porque eles não são do mundo, como eu não sou do mundo.
  15. Não rogo que os tires do mundo, mas que os guardes do maligno.
  16. Eles não são do mundo, como eu não sou do mundo.

  17. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.
  18. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.
  19. Por amor deles me santifico, para que eles também em mim mesmo sejam santificados em verdade.

  20. Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que crêem em mim por meio da sua palavra;
  21. a fim de que todos sejam um, e que, como tu, Pai, és em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.
  22. Eu lhes tenho dado a glória que tu me tens dado, para que sejam um como nós somos um;
  23. eu neles e tu em mim, para que sejam aperfeiçoados em um; e para que o mundo conheça que tu me enviaste e que tu os amaste, como também amaste a mim.

  24. Pai, quero que onde eu estou, estejam comigo os que me tens dado, a fim de verem a minha glória que me tens dado, pois me amaste antes da fundação do mundo.
  25. Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci; e estes conheceram que tu me enviaste.
  26. Eu lhes fiz conhecer o teu nome e o farei conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles.