Dicionário de Cultura Básica/Lavoisier

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Lavoisier


LAVOISIER (químico francês)

"Nada se cria, nada se destrói: tudo se transforma"

Antoine Laurent de Lavoisier (1743–1794) foi o primeiro estudioso a tratar a Química como uma Ciência. Aos 25 anos já entrara na Academia, participando da vida pública como Secretário do Tesouro, mas foi vítima da Revolução Francesa. A Convenção determinara a detenção de todos os arrecadadores de impostos: ele foi preso e impiedosamente condenado à guilhotina. Entre suas contribuições para a ciência, anotamos: a lei das conservações dos elementos, a definição da matéria pela propriedade de possuir massa, a introdução do sistema da balança, a elucidação do mecanismo de oxidação dos metais. Ele se tornou famoso pelo axioma em epígrafe, denominado "Lei de Lavoisier", pelo qual evidenciou a verdade científica de que no mundo físico, assim como na vida humana e na arte, ninguém cria nada a partir do nada. Lavoisier conferiu um rigor científico ao antigo ditado popular latino nihil ex nihilo ("nada do nada"). Como um cigarro é feito a partir da existência do fumo e do papel e, depois de consumido, não acaba mas se transforma em polens de fumaça, assim um cientista, filósofo ou artista não inventa nada, mas apenas dá uma nova forma a materiais preexistentes. Picasso foi um gênio da pintura porque inventou o Cubismo, mas a partir da existência do cubo! Qualquer tipo de Arte ou de invenção científica não deixa de ser apenas uma "transformação", uma mudança de forma.