Tradução Brasileira da Bíblia/Amós/II

Wikisource, a biblioteca livre
< Tradução Brasileira da Bíblia‎ | Amós
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amós - Capítulo II
por Vários


  1. Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Moabe, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque queimou os ossos do rei de Edom até os reduzir em cinza.
  2. Porém meterei a Moabe um fogo que devorará os palácios de Queriote; Moabe perecerá com tumulto, com alarido e com sonido das trombetas.
  3. Do meio dele exterminarei o juízo e farei morrer com ele todos os seus príncipes, diz Jeová.
  4. Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Judá, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque rejeitaram a lei de Jeová, não guardaram os seus estatutos, e os fizeram errar as suas mentiras, após as quais andaram seus pais.
  5. Porém meterei a Judá um fogo que devorará os palácios de Jerusalém.
  6. Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Israel, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque venderam o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
  7. Eles suspiram pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, e pervertem o caminho dos mansos. Um homem e seu pai entrarão à mesma moça, para profanarem o meu santo nome.
  8. Ao lado de todos os altares deitam-se sobre roupas recebidas em penhor, e na casa do seu Deus bebem o vinho dos que têm sido multados.

  9. Todavia eu destruí diante deles o amorreu, cuja altura era como a altura dos cedros, e ele mesmo forte como os carvalhos; destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
  10. Também eu vos fiz subir da terra do Egito, e quarenta anos vos guiei no deserto para que possuísseis a terra do amorreu.
  11. De vossos filhos suscitei profetas, e de vossos mancebos nazireus. Pois não é assim, filhos de Israel? diz Jeová.
  12. Mas aos nazireus destes vinho a beber; e ordenastes aos profetas, dizendo: Não profetizeis.
  13. Eis que eu vos apertarei no vosso lugar, como se aperta o carro que está cheio de feixes.
  14. Faltará refúgio ao ligeiro, e o forte não corroborará a sua força nem o valente se livrará a si mesmo;
  15. nem ficará em pé aquele que maneja o arco. Aquele que é ligeiro de pés não se livrará; nem se livrará o que vai montado a cavalo;
  16. e aquele que é corajoso entre os valentes fugirá nu naquele dia, diz Jeová.