As gaivotas, tantas, tantas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

As gaivotas, tantas, tantas,
Voam no rio pro mar...
Também sem querer encantas,
Nem é preciso voar.