Mas que grande disparate

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Mas que grande disparate)
por Fernando Pessoa
Quadra escrita por Fernando Pessoa. Agrupada postumamente (em 1965) como Quadras ao Gosto Popular.[*]

Mas que grande disparate
É o que penso e o que sinto.
Meu coração bate, bate
E se sonho minto, minto.