Ponho na altiva mente o fixo esforço

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ponho na altiva mente o fixo esforço
   Da altura, e à sorte deixo,
   E as suas leis, o verso;
Que, quando é alto e régio o pensamento,
   Súbdita a frase o busca
   E o scravo ritmo o serve.