Puseste a mantilha negra

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Puseste a mantilha negra
Que hás de tirar ao voltar.
A que me puseste na alma
Não tiras. Mas deixa-a estar!