Quando passas pela rua

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Quando passas pela rua
Sem reparar em quem passa,
A alegria é toda tua
E minha toda a desgraça.