Dicionário de Cultura Básica/Goethe

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Goethe


GOETHE (poeta alemão) → RomantismoFausto

Todas as coisas são metáforas

Johann Wolfgang Goethe (1749–1832) é o poeta nacional da Alemanha, como Dante da Itália e Shakespeare da Inglaterra. Além de um grande poeta dramático, foi também um exímio romancista e um excelente poeta lírico. Nasceu em Frankfurt, de família burguesa. Estudou Direito em Leipzig, medicina, botânica, política e literatura em Estrasburgo, onde conheceu Herder, filósofo e literato, que encabeçou o movimento do Sturm und Drang (→ Romantismo), de revolta contra a estética e o espírito do Classicismo, estimulando o estudo do folclore e encontrando nos mitos e nas lendas populares as origens da verdadeira cultura alemã. Outra amizade benéfica para Goethe foi a de Schiller, também ele um grande dramaturgo (Os bandoleiros, Maria Stuart, Guilherme Tell). Uma viagem à Itália fez com que Goethe arrefecesse seus arroubos românticos. O contato com as belezas artísticas e literárias do Classicismo equacionou sua concepção estética, começando a detestar a arte romântica. As atrocidades da Revolução Francesa também contribuíram para que seu espírito se afastasse cada vez mais dos ideais democráticos de vida e de arte. No fundo, Goethe sempre foi um elitista, considerado por alguns críticos como o maior expoente do classicismo alemão. Enfim, romântico ou clássico? Goethe teve uma personalidade complexa e contraditória, como a época a que pertenceu. Ao mesmo tempo, exaltado e equilibrado, demoníaco e angelical, pagão e devoto, épico e lírico, trágico e cômico. Talvez a sua característica mais romântica seja o seu alto grau de passionalidade. Amou intensamente durante toda sua longa vida. Teve uma dúzia de mulheres entre esposas e amantes, sem contar as aventuras passageiras. Aos quinze anos, teve o primeiro caso de amor com Gretchen, moça mais velha do que ele; o último, aos oitenta e um anos, com Bettina Brentano, neta de uma antiga amante, que almejou ter um filho com o velho poeta. O romance Os sofrimentos do jovem Werther teve larga repercussão internacional. Seu protagonista tornou-se o protótipo do herói romântico, homem doente, inconformado, melancólico, que encontra no suicídio a solução do problema fundamental do homem romântico: a impossibilidade de adequar as aspirações ao absoluto do "eu" com as limitações da vida cotidiana. Mas a obra que tornou Goethe mundialmente famoso, além de Prometeu, drama inacabado, é a elaboração artística do mito de → Fausto, que analisamos no verbete específico.