Dicionário de Cultura Básica/Agamenão

Wikisource, a biblioteca livre
< Dicionário de Cultura Básica
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dicionário de Cultura Básica por Salvatore D’ Onofrio
Agamenão


AGAMENÃO (personagem mítico, símbolo do autoritarismo) → Ilíada

Agamenão é uma figura lendária que está ao centro do um ciclo cultural da pré-história da Grécia, que leva o nome de "micênico", da cidade Micenas, ou dos "Atridas", do patriarca Atreu, marcado pelo ódio, pela vingança e por paixões incestuosas. Atreu venceu o irmão Tiestes na disputa pelo trono de Micenas. Mas Tiestes lhe deu o troco, seduzindo-lhe a bela esposa, a princesa Aeropa. O rei de Micenas, por sua vez, induziu o irmão a comer a carne de seus próprios filhos. Entre os descendentes mais famosos de Atreu, sobressaem Agamenão e Menelau, já fazendo parte da saga "troiana". Os dois irmãos casaram-se com duas lindas irmãs: Menelau com Helena (o motivo da Guerra de TróiaIlíada), filha do rei de Esparta, e Agamenão com Clitemnestra, filha do rei de Micenas, ambos tornando-se soberanos pela morte dos sogros. Agamenão teve três filhos, cujas histórias trágicas foram imortalizadas por dramaturgos clássicos e modernos: Ifigênia, Electra e Orestes. A personalidade de Agamenão é marcada pela prepotência e pela ira, sendo vítima da própria soberbia. Escolhido como chefe da expedição grega para reconquistar Helena, raptada por Páris, filho do rei de Tróia, suscitou a ira da deusa Diana, que o obrigou a sacrificar–lhe a filha Ifigênia. No decorrer da guerra, desentendeu-se com Aquiles, o mais valoroso dos Príncipes gregos, sendo obrigado a devolver-lhe a escrava Briseida. Desprezou a profecia de Cassandra e, ao voltar a Micenas, Agamenão foi morto pela esposa Clitemnestra e seu amante Egisto.